Liga Ventures abre inscrições para programa de aceleração de startups em Emerging Technologies

Liga Ventures abre inscrições para programa de aceleração de startups em Emerging Technologies

Emerging Technologies ou tecnologias emergentes são inovações tecnológicas com potencial para mudar o mundo como conhecemos e devem transformar a sociedade e os negócios em pouco tempo. Segundo especialistas, essas inovações, como a internet das coisas, inteligência artificial e realidade aumentada serão essenciais nos próximos anos, chegando ao nível de importância que a internet tem hoje e, diante disso, devem dominar o mercado em, no máximo, 10 anos.

No Brasil, já existem várias startups inovadoras focadas em oferecer serviços e produtos neste segmento. A Harlio Bots (harlio.com), por exemplo, é a primeira startup brasileira de criação de chatbots customizáveis para empresas e responsável pelo chatbot oficial das Olimpíadas Rio 16 e Loop Key (www.loopkey.com.br/), startup de IoT que automatiza o controle de entradas e saídas em locais fechados, facilitando a gestão de espaços e modernizando a maneira de autenticar a identificação das pessoas são alguns exemplos.

Programa de aceleração focado no segmento

Para orientar os empreendedores que estão investindo no setor, a Liga Ventures (http://liga.ventures/) – aceleradora focada em gerar negócios entre startups e grandes corporações – abre inscrições para um novo programa de aceleração voltado para as startups de tecnologias emergentes: a Liga Emerging Technologies, que abordará temas como Internet das Coisas, Big Data e Analytics, BlockChain, Realidade Aumentada e Realidade Virtual, Robótica Avançada, Energia e Inteligência Artificial. O programa estará com inscrições abertas a partir de hoje até o dia 29 de outubro e conta com a TiviT, líder em serviços de tecnologias integrada na América Latina, como principal parceira corporativa.

As startups escolhidas participarão de um programa de 4 meses, onde receberão mentoria da aceleradora, além de networking e contato com profissionais de empresas parceiras, explorando novas sinergias e buscando oportunidades de negócios.

De acordo com Rogério Tamassia, CEO da Liga Ventures, um dos grandes objetivos do programa é ajudar a criar um ecossistema que foque em compreender e antecipar a revolução que as e tecnologias Emergentes estão trazendo para diversos setores. “Para as startups, o programa ajuda a dar visibilidade, alavancar o negócio, expandir o networking e facilitar parcerias com grandes corporações. Já as empresas podem usufruir da agilidade e dinamismo das startups para dar uso prático a todas essas novas tecnologias e modelos de negócio que estão surgindo”, explica Tamassia.

As inscrições podem ser feitas pelo site liga.ventures/emerging-tech. As startups serão avaliadas durante o último trimestre deste ano e o programa terá início em janeiro de 2018.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.