• Translate to

    Arabic Arabic Chinese (Simplified) Chinese (Simplified) Dutch Dutch English English French French German German Italian Italian Portuguese Portuguese Russian Russian Spanish Spanish

Quais problemas sociais a tecnologia pode resolver?

WhatsAppFacebookLinkedInTwitterGoogle+EmailCompartilhar

É perceptível o quanto a tecnologia revolucionou e criou milhares de negócios em todo o mundo, linhas de produções inteiras foram automatizadas e novas soluções facilitaram muito o dia a dia da população mundial.

Mas a tecnologia pode ser parte da solução de problemas sociais? Pode interromper modelos de organizações onde o progresso em questões sociais ainda é baixo? Nas últimas três décadas, por exemplo, a taxa de pobreza em todo o mundo foi reduzida em 50%. Houve aumentos significativos na expectativa de vida e diminuições significativas na mortalidade infantil.

Mas, questões sociais urgentes permanecem. Recentemente, um grupo de estudo da Wharton School of Business, na Universidade da Pensilvânia divulgou um estudo sobre uma teoria de que as organizações dedicadas a causas sem fins lucrativos e mudanças sociais devem adotar a Mudança Social como uma Plataforma (SCaaP).

No nível mais óbvio, o SCaaP significa a utilização de tecnologia e plataformas digitais da mesma maneira que as empresas as usam, porém com fins sociais. O uso das mídias como ferramentas de comunicação e plataformas de tecnologia digital antecipam a capacidade de distribuição, escala, transparência e reduzem custos. Todas essas são coisas boas para organizações, agora dedicadas a resolver problemas sociais.

Mas isso também significa modificar ou até mesmo abandonar modelos a favor dos valores do mundo das plataformas digitais, que tipicamente colocam a organização no centro de suas metas e objetivos.

Aqui estão alguns exemplos de como SCaaP está sendo usado no mundo real.

– A BroadSoft, no início de 2017, fechou uma parceria com a Cruz Vermelha, agora, todos os contacts centers da instituição são em nuvem, facilitando o atendimento a vítimas de desastres naturais e a captação de novos voluntários em todo o mundo.

– Na DonorsChoose.org, os doadores individuais podem desenvolver projetos em sala de aula. Antes, isto era algo que apenas grandes filantropos podiam fazer; agora, qualquer pessoa que deseja se tornar um doador de conhecimento pode se conectar na plataforma.

– O Power of Us Hub, desenvolvido pela Salesforce.org é um fórum on-line que usa colaboração. Os autores estimaram que mais de 98% das questões postadas nos fóruns são respondidas pelas comunidades participantes. O Hub é usado por mais de 30 mil empresas dedicadas à mudança social.

– Historicamente, pessoas que não podiam estar fisicamente presentes em sala de aula tinham acesso limitado a educação. As plataformas on-line transformaram isso. A Southern New Hampshire University é uma faculdade com serviço estritamente online. O modelo de plataforma, semelhante aos varejistas online, faz cursos convenientes e acessíveis para um grupo maior de alunos, incluindo os mais velhos e desfavorecidos.

Alguns observadores implantaram a ideia de que estudantes desfavorecidos podem criar carteiras online que mostrem suas habilidades, em vez de confiar em currículos tradicionais. O modelo de currículo tradicional e linear tende a revelar sem querer as lacunas e muitas vezes são revisadas com um indicador de métricas, como educação completa ou histórica de trabalho constante, que os estudantes desfavorecidos podem não ter. Uma abordagem mais criativa e de portfólio pode demonstrar melhor as capacidades de um candidato.

As mesmas forças digitais que trouxeram avanços as empresas e as indústrias, também estão sendo usadas para transformar ativamente as organizações envolvidas no bem social. Plataformas e redes em serviço à humanidade.

1046 Total Views 3 Views Today
Marcado , , , , , , .Adicionar aos favoritos o permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • CONHEÇA O CANAL DE VÍDEOS DO VALOR AGREGADO

    CONHEÇA O CANAL DE VÍDEOS DO VALOR AGREGADO
  • Receba nossas notícias