Finep tem rating nacional semelhante a principais bancos estatais segundo Fitch

A Finep deu um grande passo para intensificar a captação de recursos externos. Pela primeira vez em seus 50 anos, a empresa foi avaliada por uma agência de classificação de risco, a norte-americana Fitch Ratings, uma das três maiores do mundo. Este instrumento é extremamente relevante para o mercado, pois fornece aos potenciais credores uma opinião independente a respeito do risco de crédito da empresa. “Como qualquer outra instituição financeira, a Finep depende muito de credibilidade. A classificação é um selo de qualidade frente a novos instrumentos e programas que vão precisar de recursos”, destacou o presidente da Finep, Marcos Cintra.

Na escala internacional, a Finep obteve as maiores classificações possíveis para uma empresa brasileira (IDR de longo prazo em moeda estrangeira: BB; IDR de curto prazo em moeda estrangeira: B; IDR de longo prazo em moeda nacional: BB; IDR de curto prazo em moeda nacional: B).

Nesta escala, é avaliada a capacidade da empresa de honrar compromissos futuros em moeda estrangeira e em moeda local, no curto e no longo prazo. Essas notas ficam limitadas pelas notas atribuídas ao país da empresa em questão. Ou seja: o máximo que uma empresa brasileira consegue chegar é até a classificação do Brasil. No caso da Finep, considerando a forte relação com o Governo, os ratings internacionais estão atrelados aos do Brasil, o que reforça a qualidade da avaliação de crédito da empresa. Dessa maneira, qualquer alteração que venha a ocorrer na classificação do País terá reflexo direto no rating da Finep.

Escala nacional

Na escala nacional a longo prazo, a Finep obteve nota AA+, com perspectiva estável – segundo nível da escala, só superado pelo AAA. A curto prazo, a empresa foi avaliada com F1+ – maior nível da escala. As classificações são semelhantes às dos principais bancos estatais Brasil (BNDES, Caixa Econômica, Banco do Brasil e Banco do Nordeste).

A escala nacional é usada pela Fitch principalmente nos países emergentes, em que o risco soberano do país não é AAA. Nela, são comparadas instituições do mesmo país (nesse caso, Brasil). Sendo assim, uma empresa AAA em escala nacional é a de menor risco do país, independentemente do rating do país em questão.

A Finep foi qualificada pela Fitch como uma empresa do setor público com crédito associado ao Estado.

Marcado , , , , , .Adicionar aos favoritos o permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.