SONDA investe R$ 1 milhão em célula de cientistas de dados para atuar no modelo Insight-as-a-service

Para apoiar o seu processo de vendas baseado na verticalização, que passou a atender por segmentos de mercado, tais como telecom, utilities, varejo e finanças, a SONDA, maior companhia latino-americana de soluções e serviços de tecnologia, anuncia o investimento da ordem de R$ 1 milhão no seu centro de competência de aplicações de negócio para atuar no modelo Insight-as-a-service.

A nova célula, que conta com o um time de dez cientistas de dados e está sob o comando do diretor de Analytics e Big Data, Eduardo Pugliesi, tem como foco desenhar soluções no modelo Insight-as-a-service para atender as verticais estratégicas de acordo com as necessidades singulares dos setores.

A oferta chega para agregar vantagem competitiva ao negócio do cliente. “Os tipos de análises que conseguimos obter com o uso dessa prática é muito rica ao negócio do cliente. No modelo tradicional, é necessário investimentos de longo prazo para aquisição de ambiente, criação de modelos e softwares específicos, que têm custo alto. Além desse setup, é necessário um trabalho recorrente de perfis específicos que necessita de ajustes de acordo com a evolução do negócio, ou seja, é um organismo vivo, que usa conceitos de machine learnig, pois não só coletamos os resultados de ações de captação, conversão e retenção, mas também como o mercado muda depois dessas ações”, explica Pugliesi.

A oferta da SONDA propõe a terceirização de todo ambiente, pessoas e ferramentas, resultando na entrega de insights e, se necessário, atuação direta junto à área de negócio para a execução de determinadas ações sobre a informação.

“A proposta desta célula é possibilitar ao mercado a utilização de tecnologias de big data, machine learning, data mining, algoritmos matemáticos, entre outras, sem a necessidade de um investimento elevado em infraestrutura e suporte interno de TI, haja vista que é um desafio para as empresas, pois se tratam de ambientes caros, específicos, sem contar com a escassez de perfis profissionais estatísticos que entendam do negócio”, explica Pugliesi.

Em outras palavras, a SONDA passa a ofertar ao mercado um pacote de serviços e soluções disponibilizados em nuvem por meio da modalidade SaaS (Software as a Service), possibilitando vender mais gastando menos, assim como aumentar a penetração da empresa dentro do cliente, o que traz um grau de fidelização maior e, principalmente, uma experiência melhor na jornada do relacionamento do cliente com a empresa.

“A célula possibilitará empresas serem mais competitivas, utilizando métodos e conceitos que fazem a diferença no negócio com redução de custos. Para clientes que têm a necessidade, mas ainda não desenvolveram sua estratégia, o modelo possibilita a utilização em curtíssimo prazo com um custo muito reduzido, além de mais conhecimento, uma vez que promove uma venda integrada, que busca atender as exigências de negócio do cliente com base na alta disponibilidade de insights para fomentar o desenvolvimento de novos mercados, segmentos, clientes e oportunidades”, finaliza Pugliesi.

Marcado , , .Adicionar aos favoritos o permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.