Mais de um terço dos brasileiros não querem compartilhar seus dados pessoais, diz GfK

Mais de um terço dos brasileiros não querem compartilhar seus dados pessoais, diz GfK

Mais de um terço (34%) dos internautas brasileiros não estão dispostos a compartilhar suas informações pessoais em troca de benefícios como descontos, bônus ou serviços diferenciados. A informação é de uma recente pesquisa global da GfK realizada em 17 países. Os mais de 22 mil entrevistados indicaram, numa escala de 1 a 7 o quanto concordam ou discordam da afirmação: “estou disposto a compartilhar meus dados pessoais (saúde, finanças, trajetos, uso de energia, etc) para obter vantagens como descontos ou serviços personalizados”.

Terceiro lugar

Na média global, 27% dos consumidores concordam, enquanto 19% discordam da afirmação apresentada pela GfK. Na comparação entre os países, atrás da Alemanha (40%) e da França (37%) o Brasil é o terceiro país em que as pessoas se dizem menos dispostas a compartilhar suas informações pessoais para obter benefícios ou vantagens, sendo que entre as mulheres brasileiras os índices de discordância são ainda mais altos, chegando aos 37%. Na outra ponta da escala, os consumidores chineses (38%), mexicanos (30%), russos (29%) e italianos (28%), são que mais se dizem dispostos a compartilhar seus dados pessoais.

Ao usar as informações da GfK, as empresas podem otimizar tempo e recursos ao reconhecer antecipadamente quais públicos-alvo responderão a ofertas de compartilhamento de dados e targets exigirão ofertas mais alinhadas com suas características específicas.

Para baixar os resultados completos para cada um dos 17 países, visite www.gfk.com/global-studies/global-study-overview/

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.