Cinco motivos para o marketplace investir em social delivery – Por João Paulo Camargo

A cada dez compras realizadas no e-commerce brasileiro, duas são provenientes dos marketplaces, de acordo com a ABComm (Associação Brasileira de Comércio Eletrônico). Embora os dados reforcem a importância que estes centros virtuais de compras possuem para os micro e pequenos empreendedores, um obstáculo ainda desafia o crescimento deste modelo de negócio: o frete. Entregar os produtos no prazo e na condição exigida pelo consumidor não é fácil, principalmente quando não há recurso financeiro para investir em transportadoras privadas. Contudo, o conceito de social delivery, em que pessoas comuns realizam entregas com custo baixo, ajuda a solucionar esse problema: Confira cinco motivos para os marketplaces apostarem em alternativas de entrega:

Novos modelos: a grande maioria (73,1%) dos vendedores em marketplaces utiliza o serviço dos Correios, segundo a ABComm. Ter apenas esta opção faz com que o lojista fique refém dos prazos e condições da estatal. Ao adotar o social delivery, o marketplace oferece ao empreendedor uma alternativa eficiente para entregar os pedidos.

Mais segurança no frete: com entregadores autônomos, o pedido é transportado com segurança até o consumidor porque não chama a atenção de assaltantes. Além disso, se acontecer algum roubo ou extravio do produto, a empresa responsável pelo aplicativo cobre essa despesa extra.

A relação custo-benefício é melhor: para diversificar as entregas, alguns lojistas no marketplace investem em transportadoras privadas ou até mesmo criam modelos próprios. Entretanto, essas opções encarecem o frete para o consumidor final. No social delivery, o empreendedor pode negociar diretamente com o entregador o valor pelo serviço, promovendo economia.

As entregas são mais rápidas: os atrasos nas entregas são as principais reclamações dos e-commerces com os Correios, ainda segunda a pesquisa da ABComm. Com a plataforma de entregadores independentes, o produto pode chegar no mesmo dia da confirmação do pagamento, dependendo da localização entre eles.

Praticidade para o lojista: Se com serviços tradicionais de frete é preciso imprimir a etiqueta e postar a encomenda, no social delivery o entregador apenas busca no endereço solicitado.

João Paulo Camargo, CEO e Co-Fundador do Eu Entrego, um aplicativo que conecta pessoas e empresas à comunidade de entregadores independentes, oferecendo uma alternativa fácil, flexível e de baixo custo para levar ou trazer qualquer coisa de qualquer lugar 24 horas por dia, sete dias por semana – www.euentrego.com.

Marcado , , , , , .Adicionar aos favoritos o permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.