• Translate to

    Arabic Arabic Chinese (Simplified) Chinese (Simplified) Dutch Dutch English English French French German German Italian Italian Portuguese Portuguese Russian Russian Spanish Spanish

Black Friday: entenda o que é e veja dicas para lojas

WhatsAppFacebookLinkedInTwitterGoogle+EmailCompartilhar

A Black Friday é uma data que cada ano tem maior relevância no mercado brasileiro. A data é uma prática comercial herdada dos Estados Unidos, ocorre logo após o feriado americano de Ações de Graças que, em 2016, será no dia 25 de novembro.

Começou com os grandes varejistas mas, hoje, os médios e pequenos também aproveitam, ano a ano, a onda de descontos. O importante é ter em conta que, ainda que a concorrência por preços mais baixos seja a principal estratégia das grandes lojas, se recomenda aos lojistas trabalhar forte no diferencial de atendimento personalizado e relacionamento único com o cliente.

Os números do ano passado e o que se espera para 2016

Em 2015 essa data movimentou 1,5 bilhão em vendas no varejo on-line. O valor supera o arrecadado em 2014, de R$ 872 milhões, segundo dados da ClearSale, empresa que monitora o faturamento do evento, em parceria com Busca Descontos, organizador da Black Friday.

Para edição 2016 é previsto que as vendas aumentem de a 20% a 30% em relação ao ano passado, para um valor entre R$1,9 bilhão e R$2,1 bilhões, segundo uma pesquisa feita pelo Google Brasil sobre a intenção de compras no país.

E na Nuvem Shop, uma plataforma de e-commerce voltada para pequenos e médios empreendedores, a edição do ano passado foi marcada por um aumento no volume de vendas equivalente a 285% em relação à da semana anterior, em um dia comum. Isso significa que a preparação dos lojistas valeu muito a pena.

Dicas para a sua loja virtual

Os pequenos negócios, sejam eles virtuais ou físicos, podem aproveitar as oportunidades que essas datas de compra trazem ao aplicar uma série de estratégias que você pode conferir agora:

Antes de dar início às ofertas, é importante definir os produtos que devem receber os descontos. Embora seja tradicional colocar toda a loja “abaixo”, você pode dar descontos agressivos apenas em alguns itens. A ideia é sempre fazer com que o estoque funcione de forma saudável.

Ainda que seja recomendado colocar os produtos menos vendidos com maiores margens de desconto, é relevante que o seu produto mais conhecido também esteja em oferta. Essa pode ser uma ótima maneira de ganhar novos clientes que há tempos estavam interessados naquele item, mas que por algum motivo nunca compraram (sim, eles existem!).

2. Implemente estratégias de marketing adequadas ao seu negócio

Se você trabalha com ferramentas de e-mail marketing, esse é um bom momento para analisar a sua lista e segmentá-la: você tem clientes fiéis ou apenas usuários que deixaram seus contatos para receber novidades? A ideia é pensar em uma estratégia mais individualizada para cada público consumidor.

Por exemplo: para o cliente que já comprou mais de uma vez, talvez um cupom de desconto mais agressivo ou a oportunidade de ganhar um super brinde possa ter um efeito positivo. Para aquele que nunca comprou, um desconto no seu produto “carro-chefe” pode ser o caminho para fechar mais uma venda. Lembre-se: ser objetivo e direto em todos os e-mails que enviar.

Para ganhar um diferencial entre a concorrência e garantir mais vendas, você pode incrementar seu e-commerce com os banners gratuitos. Por exemplo, a plataforma Nuvem Shop oferece a seus lojistas alguns exclusivos.

3. Ofereça um super atendimento

Esse é um ponto imbatível dos pequenos lojistas: atendimento eficiente e mais afetuoso. Se a concorrência é grande, você pode “fisgar” o visitante se oferecer um atendimento online personalizado. É importante contar com uma ferramenta que possa atender a múltiplos visitantes em dias de grande movimento.

A Nuvem Shop te ensina a adicionar um chat online para o seu e-commerce de uma maneira bem simples. Nem sempre é preciso que você esteja online 24 horas por dia, mas nos períodos mais movimentados (como Black Friday e Natal) pode ser interessante ampliar esse horário. Outro ponto essencial é destacar-se no pós-venda, oferecendo uma política de trocas e retornos eficiente.

4. Seja ativo nas redes sociais

Você já deve ter percebido que as pessoas adoram compartilhar boas ofertas. Como as redes sociais ganham novos ativos comunicadores a cada dia que passa, lembre-se de publicar nas páginas do seu negócio com hashtags como #BlackFridayBrasil, #BlackFriday2016, entre outras.

Já está comprovado que a Black Friday é uma experiência única para cada lojista e, agora, é preciso estar preparado. Lembre-se que, se um cliente passou por uma experiência agradável durante essa data, onde todo mundo está fazendo compras on-line, com certeza ele voltará ao longo do ano, e essa fidelização é muito importante para a sua marca.

1144 Total Views 1 Views Today
Marcado , , , .Adicionar aos favoritos o permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  • CONHEÇA O CANAL DE VÍDEOS DO VALOR AGREGADO

    CONHEÇA O CANAL DE VÍDEOS DO VALOR AGREGADO