Startup do Cietec desenvolve solução de santinho digital para candidatos a eleições municipais

Startup do Cietec desenvolve solução de santinho digital para candidatos a eleições municipais

Inovação do Midiacode permite que eleitores saibam mais informações do que aquelas distribuídas nos panfletos

Com a proximidade das eleições municipais, os candidatos e partidos políticos procuram oportunidades para divulgar seus planos de governo e conquistar eleitores. O uso da tecnologia pode ajudar muito nessa tarefa, com o uso do santinho digital, no qual um código smart-conectado dá acesso a informações ilimitadas que colaboram na estratégia de marketing da campanha.

A solução é um serviço do Midiacode, projeto da Novari, startup da Incubadora de Empresas de Base Tecnológica IPEN/USP/Cietec, que inovou em uma tecnologia para que os eleitores e consumidores capturem conteúdo do meio impresso e o armazene no smartphone. Com essa inovação, o conteúdo não tem alterações: um panfleto entregue na rua será digitalmente capturado na íntegra, dando fácil acesso a outros conteúdos, como planos de governo, imagens, páginas web, vídeos, redes sociais e e-commerce (no caso de panfletos de lojas de varejo, por exemplo).

Segundo Robson Lisboa, idealizador e conselheiro do projeto, o sucesso da campanha de um candidato está na sua capacidade de inovar e ser criativo. “Independente da estratégia do partido, o meio digital, principalmente os smartphones, não pode ser ignorado”, explica. O CEO da startup conta que o santinho digital permite que os candidatos possam entregar mais informação para seus eleitores, além de vídeos, plano de governo e links para seus sites. “Os eleitores que usarem a tecnologia do santinho digital poderão ainda compartilhar o conteúdo escaneado com amigos e familiares nas redes sociais, como o WhatsApp, por exemplo”, conclui o idealizador do Midiacode.

Sergio Risola, diretor-executivo do Cietec, lembra que as novas regras estabelecidas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), exigem mais criatividade dos especialistas em marketing político. “Esse ano, existe uma legislação que limita o investimento em campanhas eleitorais, além de reduzir o tempo de propaganda gratuita e menos dias para publicidade de programas de governo”, explica o especialista em inovação. “A ideia do Midiacode é colaborar com os candidatos e responsáveis por suas campanhas, oferecendo uma oportunidade para divulgação tecnológica e de baixo custo, podendo chegar até a um custo zero”, conclui.

O código smart-conectado do Midiacode pode ser colocado em todo material impresso, como folhetos, adesivos de carro, cartazes, banners. Para o eleitor ter acesso às informações, basta ele apontar a câmera do celular para o símbolo, capturando os dados do mundo físico (santinho ou adesivo) e armazená-las no mundo digital (smartphone).

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.