Pesquisa da Unisys mostra que CIOs lideram a transição para a nuvem nos EUA

Uma pesquisa recente da Unisys Corporation (NYSE: UIS) com mais de 200 executivos de TI e negócios nos EUA revelou que os CIOs são os executivos que mais apoiam e impulsionam a migração dos recursos de TI para a nuvem. O estudo indica que a redução de custos e o acesso mais rápido à capacidade computacional são as suas principais motivações, por outro lado, a proteção da nuvem é a maior preocupação dos entrevistados:

Entre os fatores citados pelos entrevistados como as principais motivações da migração para a nuvem estão:

– Reduzir os custos/transformar as despesas de capital em despesas operacionais (63%)

– Disponibilizar a capacidade computacional sob demanda (62%)

– Liberar a equipe de TI para realizar tarefas que agreguem mais valor ao negócio (51%)

– Fazer com que a TI seja vista como uma fonte de vantagem competitiva e não como um centro de custos (33%)

“Este estudo mostra que muitos CIOs são perspicazes e têm uma visão clara das vantagens competitivas, operacionais e econômicas da computação em nuvem, tomando medidas categóricas para obter esses benefícios para suas organizações”, afirma Steve Nunn, Vice-presidente de Cloud e Serviços de Infraestrutura da Unisys. “Ao mesmo tempo, os tomadores de decisão conhecem perfeitamente a necessidade de proteger tanto os recursos de TI existentes como as novas capacidades em nuvem para proteger os ativos corporativos essenciais”.

A Unisys oferece uma gama de serviços de infraestrutura e em nuvem, que permite que os clientes migrem com facilidade seu ambiente de TI, de data centers orientados a hardware para empresas seguras definidas por software, aproveitando assim soluções compatíveis com a nuvem. O software de segurança Unisys Stealth® oferece uma camada extra de segurança para nuvens públicas e privadas, utilizando técnicas de microssegmentação com base em identidade e criptografia, para auxiliar as organizações a reduzir ataques e ações de hackers, tornando dispositivos, dados e usuários finais indetectáveis nas redes.

Sobre a pesquisa

A Gatepoint Research realizou a pesquisa nos Estados Unidos encomendada pela Unisys em fevereiro e março de 2016. Os resultados têm como base as respostas de 203 executivos de TI e negócios.

Marcado , , .Adicionar aos favoritos o permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.