O caminho do sucesso do seu e-commerce passa pela “busca”

O caminho do sucesso do seu e-commerce passa pela “busca”

O consumidor moderno é cada vez mais empoderado, busca as melhoras saídas, busca os melhores preços, busca as melhores avaliações. Você achou que a palavra “busca” foi usada muitas vezes? Isso foi só para ilustrar a importância desse mecanismo na estratégia de vendas da sua empresa.

Em tempos nos quais o e-commerce segue crescendo, não apenas em volume de vendas e clientes, mas também em número de produtos ofertados (fenômeno do Marketplace) é normal que fique cada vez mais difícil de se encontrar o que é desejado usando um contexto de navegação convencional, que filtra as buscas em categorias, subcategorias e lista de produtos. O cliente moderno quer encontrar o que ele busca com apenas uma pesquisa, um click. Além desse fator comportamental, temos dados que mostram que a busca de um e-commerce é o primeiro mecanismo a ser usado por um consumidor dentro de um website. Caso essa experiência não seja positiva, é possível que você esteja mandando esse cliente direto para o concorrente, tendo um abandono silencioso e perigoso, que muitas vezes define o insucesso ou prejuízo da sua operação online.

A “busca” em dados – Segundo pesquisa da Teradata, 75% dos consumidores só olham a primeira página de resultados de uma pesquisa. Desses clientes, 35% deles dão atenção somente aos três primeiros itens da lista, ou seja, você tem uma amostra de erros e acertos muito pequena, exigindo mais assertividade do que complexidade.

A análise de dados a favor da sua busca pelo sucesso – Eu sei como escrever? O café é espresso ou expresso? Eu talvez não saiba o nome da marca, nem o nome técnico do produto, mas eu quero um item específico, será que a busca vai retornar algum resultado que atenda o meu desejo de compra? E se retornar vai ser o produto ou um conjunto de produtos que realmente estão relacionados aquilo que estou buscando? Analisando esse tipo de informação (o que está sendo procurado, como, pesquisas que retornam “zero produtos” aos visitantes, etc.) pode-se obter uma série de insights diferentes que se tornam ações práticas de correção ou mesmo de “aprendizado” para o motor de buscas, otimizando as conversões em vendas.

Soluções para pequenos, médios e grandes – Hoje, as ferramentas de análise de dados atendem todo o tipo de varejista virtual. Segundo Mauricio de Paula, consultor sênior para indústria do varejo e big data para América Latina da Teradata, ‘Todos os e-commerce deveriam se beneficiar desse tipo de abordagem: hoje existem soluções “prontas” que podem ser customizadas e rapidamente aplicadas, gerando valor instantâneo não necessitando de grandes investimentos na largada do projeto, podendo inclusive explorar modelos como “as a Service”, atendendo a cada demanda e poder de investimento.

Como resultado, no curto prazo essas melhorias podem gerar aumento nas conversões e na satisfação de compra dos usuários. No médio e longo prazo essas medidas podem ocasionar a criação de uma inteligência associativa que pode ser utilizada para melhorar questões relacionadas a lealdade entre outras aplicações analíticas, como: afinidade de produtos, comportamento dos consumidores/segmentação de clientes, etc.

Ficou interessado? Está “buscando” soluções para a ferramenta de pesquisa do seu e-commerce? Venha participar do Comitê de E-commerce, organizado pelo IBEVAR e Teradata. O evento, que acontece dia 16/08, na sede do IBEVAR, irá discutir os temas mais relevantes para a gestão inovadora de um e-commerce, seus desafios e principais ferramentas de análise de dados disponíveis para esse mercado virtual. Para maiores informações: contato@ibevar.org.br

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.