5 atitudes para você NÃO ter no seu e-commerce

5 atitudes para você NÃO ter no seu e-commerce

O CTO e sócio da Trezo, André Felipe T. da Luz

O CTO e sócio da Trezo, André Felipe T. da Luz

De acordo com a Confederação Nacional do Comércio, de fevereiro de 2015 a fevereiro de 2016, 80 mil lojas físicas fecharam as portas. Em contrapartida, o número de vendas online, nesse mesmo período, cresceu 21,52%. O dado reforça o interesse cada vez maior do consumidor em comprar pela internet. Por isso, empresários deste setor devem estar sempre atentos em aprimorar sua loja online.

O CTO e sócio da Trezo, André Felipe T. da Luz, lembra que e-commerce não é para aventureiros e requer planejamento e investimento. Entre os cuidados que se deve ter com a loja virtual, André destaca cinco atitudes que, infelizmente, ainda são comuns, mas não deveriam ser feitas. Confira:

Foque nas vendas, a marca é uma consequência

Pensamento: Se a minha loja está vendendo, para que vou me preocupar com a marca?

Esse é um grande erro que alguns empreendedores do e-commerce cometem. Se você não reforçar a sua marca no mercado, em breve ela será esquecida. Surgirão outros nomes fortes, vendendo o mesmo produto que você, com a mesma qualidade, ou melhor, entretanto mais presente. E, assim, a sua loja ficará pra trás. Lembre-se de cativar e fidelizar seu cliente.

Deixe de lado os treinamentos da equipe. É preciso produzir

Pensamento: Meus colaboradores estão cumprindo com todas as obrigações e, por isso, não é necessário investir em cursos para eles.

Se você pensa assim, tenha certeza de que em breve sua equipe estará desanimada e ultrapassada. As novidades surgem o tempo todo. É preciso estar preparado para oferecer diferenciais aos clientes e não esperar que eles peçam por algo. Funcionários mais qualificados elevam a produtividade e a competitividade do negócio, seja no e-commerce, ou qualquer outra área.

Uma imagem vale mais que mil palavras e, portanto, dispensa descrições

Pensamento: A foto exposta no e-commerce já fala tudo sobre o produto, não vou perder tempo descrevendo-a.

Na loja online o consumidor tem visão restrita sobre o produto, que não pode ser pego, nem sentido. Daí a necessidade de investir em fotos de diversos ângulos do produto, vídeos e boas descrições, que transmitem a mesma sensação de quando o comprador esta em uma loja física com o produto na mão e um funcionário repassando mais informações.

Ctrl + C e Ctrl + V

Pensamento: Se o e-commerce do meu concorrente está vendendo muito, vou fazer o mesmo que ele.

Sua loja online precisa ser única, com um design exclusivo e atualizado, que remeta aos produtos que você vende. Copiar o layout do concorrente não vai trazer nenhum benefício a sua loja. No máximo ela será chamada de “prima pobre”. Portanto, contrate um profissional (que tal um designer?) e tenha uma loja original.

Inovar é pra quem tem tempo sobrando, ou seja, não trabalha

Pensamento: Meu e-commerce vai bem, então vou deixar tudo como está e continuar ganhando dinheiro, afinal não tenho tempo pra isso.

Sabemos que ser empresário exige muita dedicação e que tempo livre é quase como uma jóia rara. Contudo, é preciso pensar e investir em inovação. A velocidade das mudanças está cada vez maior, seja em novos produtos ou necessidades e preferências do consumidor.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.