Uso de geolocalização traz qualidade de vida e reduz custos de contratação

Uso de geolocalização traz qualidade de vida e reduz custos de contratação

Aos poucos as empresas brasileiras começam a se dar conta de que um dos custos mais elevados têm sido o de contratar pessoas que precisam ser trocadas em pouco tempo. Isso acontece em função de equívocos no processo de recrutamento e seleção de funcionários. Com um turnover médio de 40% ao ano, as empresas brasileiras precisam trocar 4 em cada 10 funcionários a cada 12 meses, dispendendo grandes valores, inclusive os de treinar sucessivamente pessoas novas que podem deixar o posto a qualquer momento.

Segundo Cezar Tegon, presidente da Elancers, empresa especializada em sistema de gestão de recrutamento e seleção, um dos problemas mais frequentes, com impacto direto no turnover, têm sido a contratação de pessoas que moram longe da empresa. Este cenário leva o empregado a buscar alternativas mais próximas de sua casa e a trocar de emprego assim que possível, inclusive com salário um pouco menor.

“Para ajudar as empresas e os candidatos, nosso sistema tem diversos filtros de busca incluindo a geolocalização que compara, em quilômetros, o endereço dos candidatos com o da vaga. Isso ajuda a empresa a recrutar pessoas dentro de um raio específico de quilômetros, reduzindo assim a possibilidade do empregado trocar de emprego em função de uma oportunidade mais próxima de sua casa e ao mesmo tempo gera economia para a empresa, considerando fatores como vale transporte, cumprimento de horário, maior motivação e disposição do funcionário”, explica Tegon.

unnamed-21

Um exemplo da utilização desse sistema pode ser visto no grupo GRSA, que administra restaurantes de empresas em praticamente todo o Brasil. Segundo Rosi Ciasi, Gerente Nacional de Recrutamento e Seleção do GRSA, a empresa busca profissionais como ajudantes de cozinha, cozinheiros, nutricionista e outros que vão atuar em restaurantes localizados em clientes:

“Para nós, saber que o empregado mora nas proximidades de onde vai trabalhar é muito importante, pois isso permite que ele chegue pontualmente, trabalhe com mais energia, disposição e, mais importante, se mantenha interessado em continuar na empresa por muito tempo, principalmente em função da proximidade do trabalho e dos ganhos que essa condição gera”, explica Rosi.

Segundo Rosi, o sistema de geolocalização da Elancers trouxe ganhos substanciais para empresa, considerando os três primeiros meses de 2016:

“Contratamos 100 profissionais que não precisaram de vale-transporte para chegar aos seus postos de trabalho, o que gerou uma economia de mais de R$150.000,00 ao ano. Para incentivar a contratação de pessoas próximas do trabalho, criei um prêmio para a equipe de selecionadores, nada sofisticado, estimulando a contratação de pessoas que não precisassem de vale transporte. A selecionadora campeã fez 35 contratações. Com a geolocalização conseguimos beneficiar a empresa, os funcionários e minha equipe. O processo fez tanto sucesso, que virou case em nossa matriz na França”, conta Rosi.

De acordo com Tegon, a contratação de profissionais que moram perto de seu posto de trabalho é um fator de retenção de talentos, uma vez que o profissional chega menos estressado ao trabalho, pode ter mais horas de sono e, assim, ter mais disposição no dia a dia.

“Os benefícios da geolocalização não se restringem apenas as contratações externas. A tecnologia vem mudando a mentalidade de nossos clientes que passaram a utilizar o recurso de geolocalização para transferir funcionários para unidades da empresa mais próximas de suas residências. É muito gratificante quando desenvolvemos um recurso no sistema que traz um diferencial competitivo para nossos clientes” completa Tegon.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.