Pesquisa do IDC estima Ecossistema da Salesforce em US$ 272 Bilhões

Estudo inédito conduzido pelo IDC mensura que o ecossistema da Salesforce produzirá 2,5 milhões de empregos e criará um impacto de US$ 272 bilhões na economia
até 2018

Principais Destaques do Estudo:

– Um milhão de empregos criados mundialmente até 2018 diretamente pelo ecossistema da Salesforce.

– Um milhão e meio de empregos criados indiretamente, por exemplo, através de cadeias de fornecimento relacionadas ao ecossistema da Salesforce.

– Até o final de 2018, os clientes da Salesforce gerarão US$ 272 bilhões de impacto na economia mundial.

– Os EUA se beneficiarão de mais de 50% dos ganhos financeiros globais, seguidos por Reino Unido e Japão.

– 60% dos empregos serão criados em mercados emergentes onde os custos de mão de obra são menores.

A Salesforce, (NYSE: CRM), líder mundial em plataforma de gerenciamento de relacionamento de clientes (CRM), divulga uma nova pesquisa da consultoria IDC que analisa o impacto econômico da empresa, seus clientes e parceiros em economias locais nos Estados Unidos e ao redor do mundo. Os resultados mostram que a empresa ainda está nos estágios iniciais de uma sólida oportunidade econômica, guiada pela computação em nuvem.

Segue um resumo de seus principais pontos:

Por volta de 2018, a Salesforce e seu ecossistema de clientes e parceiros irão criar 1 milhão de empregos e gerar US$ 272 bilhões de impacto em Produto Interno Bruto (PIB) mundialmente.

– A computação em nuvem gera empregos ao permitir um aumento nas inovações de TI, as quais sustentam inovações de negócios e aumento de GDP nos mercados locais.

– Esses empregos irão levar a mais 1,5 milhão de empregos indiretos ou induzidos, uma vez que o faturamento proveniente dos clientes leva ao surgimento de novas posições nas cadeias de suprimentos e distribuição, e também porque os novos empregados gastam dinheiro na economia geral.

O ecossistema da Salesforce gera atualmente 2,8 vezes o faturamento da própria Salesforce, e espera-se que esse número aumente para 3,7 vezes

Os parceiros se beneficiam de cada dólar proveniente de cada venda de plataforma da Salesforce, uma vez que as empresas suplementam suas licenças da Salesforce com serviços profissionais de consultorias parceiras (como Accenture, Bluewolf e Deloitte) e aplicações para estender a funcionalidade principal construída pelos ISVs, como Apttus, FinancialForce.com e SteelBrick, no Salesforce App Cloud.

– Muitas empresas escolhem vários tipos de produtos add-on e serviços dos parceiros da Salesforce (apenas 7% disseram que não tinham nenhum, de acordo com a IDC).

Os clientes relatam um rápido ROI de seus investimentos na nuvem, vindo principalmente do crescimento do faturamento e das inovações

– O tempo de retorno médio para um investimento em nuvem da Salesforce é de aproximadamente 13 meses, de acordo com dados do relatório.

– O modelo de Impacto Econômico IDC Salesforce mostra que em um período de quatro anos, o retorno pode ser de 4 a 5 vezes o investimento original do cliente.

– 60% dos clientes que usam computação em nuvem relatam que os maiores benefícios vêm do aumento da receita proveniente da adição de novos clientes, assim, como da melhora da taxa de retenção dos clientes.

O aspecto mais estimulante do relatório da IDC talvez seja que enquanto os gastos com a nuvem pública ultrapassaram US$ 50 bilhões no ano passado em todo o mundo, eles ainda representam menos de 3% dos gastos totais feitos em TI. De fato, a maior parte da TI tradicional (71%) ainda está ligada à manutenção de legacy systems e upgrades de rotina. Isso significa que há ainda um longo caminho a ser percorrido, que trará uma criação de empregos, impactos positivos sobre o PIB e sucesso do consumidor ainda maiores.

Marcado , , .Adicionar aos favoritos o permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.