Produtos de startups ajudam na redução dos gastos das empresas

Com a alta do dólar e a crise econômica que o país atravessa, soluções oferecidas por pequenas e médias empresas (PMEs) e startups nacionais podem ser uma boa opção para ajudar a aliviar custos, principalmente das companhias de menor porte.

Genuinamente brasileiro, o Plug CRM é uma plataforma que auxilia na organização das negociações, principalmente das PMEs que desejam aumentar suas vendas, automatizando de forma simples e rápida todos os seus processos. Este CRM online integra todas as ferramentas da rotina de um vendedor num só lugar: em vez de usar planilhas, agendas, blocos de anotação, post its e e-mail, que acabam por perder informações dos clientes (além de ocupar muito tempo), o executivo usa apenas o Plug. Este software também ajuda os gerentes, que passam a ter relatórios e dados estratégicos dos clientes, para melhorar a performance da equipe.

“Somos um software completo o bastante para ser comparado a grandes sistemas, mas ao mesmo tempo, simples o suficiente para sermos confundidos com uma rede social”, diz Luis Lourenço, CEO da Plug CRM, que oferece uma das ferramentas com o melhor custo-benefício do mercado: “Com a alta do Dólar, o Plug está até 3x mais barato que ferramentas estrangeiras, oferecendo muito mais possibilidades aos vendedores e gestores”, explica Lourenço.

Também de olho no cliente, buscando oferecer produtos ou indicar ações personalizadas, a startup Zunnit analisa o comportamento, a segmentação e o perfil de usuários de sites, blogs e portais. Entre os diferenciais estão a incorporação de tecnologias de Deep Learning e Big Data, que permitem compreender e automatizar processos das empresas, aumentando os índices de venda e eficiência.

Outro ponto importante para o funcionamento de qualquer companhia, um sistema de telefonia inteligente também pode ajudar na redução dos custos. Pensando nisso, a Easy Telecom criou um produto que atende todas as necessidades tecnológicas de pequenas e médias operadoras de telecomunicações, além de empresas com demanda de tráfego elevada, como call centeres nacionais e internacionais.
Alguns serviços, como a entrega de documentos e produtos, também podem ter os custos reduzidos, aumentando assim a rentabilidade da empresa. Com uma rede colaborativa de entregadores, a startup mineira Shippify promete um serviço de entregas mais rápido e eficiente.
Utilizando um aplicativo móvel e/ou um software adaptável a qualquer site de e-commerce, os pedidos clientes da empresa são enviados via app para os entregadores cadastrados que estiverem mais próximos da encomenda. Como acontece em alguns aplicativos de táxi, o primeiro que responder, faz a entrega do produto. Além disso, pela plataforma é possível acompanhar todo o percurso da entrega.

Segundo o equatoriano Miguel Torres, um dos fundadores da Shippify, a ideia é servir, principalmente, lojas online. “Uma das grandes dificuldades dessas empresas é justamente garantir ao cliente uma entrega rápida, sem que isso acarrete custos altos”, explica ele.
Ainda pensando no aumento das vendas, as novas tecnologias podem também ser grandes aliadas. Um exemplo é o aplicativo Kornerz, um matchmaker entre lojas físicas e formadores de opinião – blogueiros, especialistas, colunistas – onde a loja se cadastra e contata especialistas para gerar conteúdo sobre as marcas e produtos, que será disponibilizado para os clientes através da plataforma.

Marcado , , , , , , .Adicionar aos favoritos o permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.