Mobile Commerce já representa 20% das compras online no Brasil

WhatsAppFacebookLinkedInTwitterGoogle+EmailCompartilhar

Em 60% das compras, consumidor utilizou múltiplos devices antes de finalizar a transação

O mobile está se tornando o canal preferido entre os brasileiros que fazem compras online utilizando múltiplos devices e os consumidores que acessam as lojas virtuais em diversos equipamentos têm 3 vezes mais propensão a finalizar uma transação em um dispositivo móvel do que aqueles que usam apenas um equipamento.

Entre julho e setembro, 20% das compras feitas no País pela Internet foram concluídas no smartphone ou no tablet; a média global foi de 35%. Entre os maiores varejistas, as transações mobile cresceram 24% sobre o trimestre anterior e agora quase um terço de todas as vendas são finalizadas em devices móveis. Entre os varejistas de médio porte, o avanço foi de 35% no período.

Forte tendência no e-commerce, os aplicativos alcançaram taxas de conversão em vendas duas vezes maior do que o desktop e o ticket médio também foi mais alto nestes três meses – R$ 446,00* (US$ 116) no app contra R$ 385,00 (US$ 100) no desktop e R$ 350,00 (US$ 91) no mobile browser.

Estas são algumas das principais conclusões do estudo global “Cenário do Mobile Commerce”, realizado no terceiro trimestre pela Criteo (www.criteo.com) (NASDAQ: CRTO), líder global de tecnologia especializada em publicidade digital e marketing de performance.
O levantamento analisou mais de 3 mil varejistas virtuais e sites de viagem no mundo, que totalizam 1,4 bilhão de transações e US$ 160 bilhões em vendas anuais, e confirmou que os canais mobile se consolidaram e irão continuar a ser decisivos nas estratégias comerciais e de marketing das empresas que comercializam produtos e serviços na Web.

“Quase um terço das vendas feitas pelos grandes varejistas online são transacionadas em um smartphone, que, com telas cada vez maiores, são mais utilizados do que os tablets para fazer compras, representando 77% das transações mobile no trimestre. Em âmbito global até o final do ano nossa estimativa é que o mobile commerce represente 40% das transações na Internet”, assinala Fernando Tassinari, Diretor Geral da Criteo no Brasil.

De acordo com a pesquisa, no caso das compras finalizadas em laptops e desktops, 55% dos consumidores usaram ao menos um outro equipamento para visitar a mesma loja on-line antes de fechar a transação. Entre os que compraram em um dispositivo móvel, 59% dos que utilizaram smartphone e 60% dos que recorreram a um tablet utilizaram um outro device antes de fechar negócio.

Para Tassinari, os aplicativos serão a próxima fronteira e assistiremos nos próximos anos um aumento significativo de anunciantes investindo no desenvolvimento de apps para engajar consumidores e converter mais vendas. “Além disso, com 40% dos consumidores navegando em múltiplos devices antes de comprar, a publicidade on-line terá que passar a focar nas pessoas e não mais em devices. Os varejistas precisam redesenhar a experiência de compra online para atender estes novos consumidores que acessam suas lojas a partir de vários canais antes de concluir a compra”, alerta.

Com sede na França e 27 escritórios em 16 países na Europa, Estados Unidos, América do Sul, Austrália e Ásia que operam comercialmente em mais de 80 países, a Criteo registrou faturamento global de 745 milhões de euros em 2014 e 533 milhões de euros no primeiro semestre deste ano. Interessada no potencial do mercado de publicidade on-line e do e-commerce no Brasil, a companhia está nos preparativos finais para inaugurar seu novo escritório, em São Paulo, ampliando sua estrutura para dar início a uma nova fase de expansão.

“O crescente potencial da publicidade online no Brasil cria o cenário ideal para a oferta de nossos serviços de marketing de performance. Agências e anunciantes têm como maior desafio a gestão do orçamento e a otimização de resultados na mídia online, o que só é possível com ferramentas como as que oferecemos para planejar e colocar no ar campanhas com altos índices de engajamento e conversão”, assinala Fernando Tassinari, Diretor Geral da Criteo no Brasil.

Atualmente os maiores clientes da empresa no Brasil são dos segmentos de varejo, viagens e classificados, incluindo as maiores empresas do e-commerce e grandes varejistas, entre eles Netshoes, Dafiti, Passarela, Magazine Luiza, Hotel Urbano, Peixe Urbano, e Ricardo Eletro. Além de continuar ampliando seus negócios nestes setores, a empresa planeja agora avançar em outros verticais, como automotivo, financeiro, bens de consumo e telecomunicações.

1298 Total Views 3 Views Today
Marcado , , , .Adicionar aos favoritos o permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • CONHEÇA O CANAL DE VÍDEOS DO VALOR AGREGADO

    CONHEÇA O CANAL DE VÍDEOS DO VALOR AGREGADO
  • Receba nossas notícias