UKTI: 18 novos empreendimentos do Brasil no Reino Unido, em ano com recorde de investimentos estrangeiros na região

Empresas brasileiras estão ampliando seus investimentos no Reino Unido, expandindo seus negócios e conquistando vantagem competitiva ao participar de 18 projetos de investimento em indústrias de ponta da Grã-Bretanha.

Um relatório da agência de promoção de investimentos britânica UK Trade and Investment (UKTI), destaca como os investimentos brasileiros no Reino Unido são parte de um recorde de £1 trilhão em Investimento Estrangeiro Direto (IED) em 2014, tornando o país o maior destino de IED na Europa.

Companhias brasileiras criaram mais de 800 empregos no Reino Unido. 88% dos investimentos foram feitos em Londres, além de Manchester, Glasgow, Irlanda do Norte e Milton Keynes. Empresas de tecnologia representam 40% dos investimentos, seguidas pelo setor de serviços financeiros, com 29%. Treze empresas brasileiras estabeleceram suas bases europeias no Reino Unido em 2014.

Os grandes players brasileiros que investiram no Reino Unido incluem a Marfrig Global Foods, que expandiu suas atividades no Norte da Irlanda e na Inglaterra; a Grendene, ao lançar sua loja carro-chefe da marca Melissa em Convent Garden; o banco BTG Pactual, que estabeleceu uma filial do seu time global de commodities em Londres; e o Bradesco, que transferiu sua base europeia de Luxemburgo para Londres.

Joanna Crellin, Cônsul-geral em São Paulo e Líder de Comércio e Investimento no Brasil, afirma que: “Em uma época em que o fluxo de IED caiu, os investidores brasileiros veem o Reino Unido como um mercado acolhedor, diverso e aberto a negócios. Companhias dos setores de serviços financeiros, comidas e bebidas, varejo e TIC têm demonstrado como elas podem entrar para a elite mundial de empresas ao trabalhar com a expertise setorial que encontram no Reino Unido.”

A Mafrig Global Foods está participando do projeto de expansão de £170 milhões do Moy Park, na Irlanda do Norte, anunciado há um ano.

O CEO da Marfrig Global Foods, Martin Secco, disse: “Estamos comprometidos em aumentar nossas atividades na Irlanda do Norte e esse investimento, com o apoio da Invest Northen Ireland, ajuda-nos a alcançar isso. Nossa experiência com a Northern Ireland Executiva foi de engajamento contínuo e positivo e uma atitude pró-negócios.”

Os dados anuais de investimento do UKTI para o ano financeiro de 2014/15 mostram que o Reino Unido atraiu um volume 12% maior de projetos de IED, quando comparado ao ano anterior.

Investimento no Reino Unido

O investimento no Reino Unido é procedente de mais de 70 países, incluindo o Brasil e os principais mercados emergentes do mundo. Os Estados Unidos se mantém como a principal fonte de investimento estrangeiro, com um total de 564 projetos em 2014, seguido pela França (124 projetos).

O investimento da Índia cresceu 65%, fazendo do país a terceira maior fonte de IED para o Reino Unido, contribuindo para a geração de mais de 9 mil empregos novos e estáveis. Também houve evidência de estreitamento no relacionamento com a China, com 112 projetos em 2014, sendo 13 de Hong Kong, resultando em mais de 4 mil novos empregos.

O relatório de investimento estrangeiro do UKTI também mostra que o IED é aplicado em uma grande variedade de setores e indústrias, com muitos trabalhos envolvendo pesquisa e desenvolvimento. Isso destaca a liderança do Reino Unido como centro de pesquisa, inovação e tecnologia.

Os serviços financeiros, profissionais e de negócios registraram o maior número de projetos de IED e geração de empregos.

Marcado , , .Adicionar aos favoritos o permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.