Black Friday: Celulares e Smartphones lideram preferência de compra, aponta pesquisa do MercadoLivre

WhatsAppFacebookLinkedInTwitterGoogle+EmailCompartilhar

Os celulares e smartphones lideram a intenção de compra para a Black Friday, segundo pesquisa feita pelo MercadoLivre.com com 4.343 usuários do marketplace em todo o Brasil, entre os dias 20 e 30 de outubro. De acordo com o levantamento, 45% pretendem adquirir esses produtos eletrônicos durante o grande evento de promoção que acontece no próximo dia 28 de novembro.

Os itens de moda – roupas, sapatos e acessórios – aparecem na segunda posição, sendo a preferência de compra para 27% dos respondentes. Na sequência estão as TVs LCD ou LED e eletrodomésticos (24%) e os notebooks (23%).

A pesquisa indica ainda que 30% dos brasileiros estão dispostos a gastar mais de R$ 500 durante a Black Friday. Já 28% decidirão o valor a ser gasto na própria data da promoção. Esses consumidores estão motivados a comprar na Black Friday, principalmente, pelo percentual de desconto (52%), pela opção de frete grátis (31%) e a possibilidade de parcelamento sem juros (16%).

Do total de respondentes, 60% pretendem comprar na Black Friday deste ano. No ano passado, esse número ficou em 24%.

A Black Friday do MercadoLivre: A promoção no MercadoLivre começa um dia antes, no dia 27 de novembro, e termina às 23:59 do dia 30. Entre os vendedores participantes da promoção no site estão Ricardo Eletro, Oppa Design, Megamamute, Polishop, Época Cosméticos, Von Dutch, Decathlon e Khelf. Os usuários podem aguardar uma seleção de produtos de diversas categorias e ofertas que mesclam percentual de desconto, parcelamento sem juros e frete grátis.

“A Black Friday é uma oportunidade importante para os brasileiros anteciparem as compras de Natal. Em 2013 observamos um aumento de 46% em nossas vendas e para este ano estamos bastante otimistas”, diz Leandro Soares, diretor de Marketplace do MercadoLivre.

O potencial de vendas do MercadoLivre: O MercadoLivre registrou, no terceiro trimestre de 2014, a venda de 26,9 milhões de itens na América Latina (um crescimento de 22,3% em relação ao mesmo período do ano passado). O Brasil foi responsável por mais da metade deste total de itens vendidos, registrando um crescimento de 29,2% em relação ao mesmo período do ano passado no país.

Marcado , , , .Adicionar aos favoritos o permalink.

Os comentários estão encerrados.

  • Invista no valoragregado.com

    Invista no valoragregado.com