Mudança de estado é oportunidade para profissionais de TI

Mudança de estado é oportunidade para profissionais de TI

Com demanda por mais de 75 mil especialistas em TI no Brasil, trazer e treinar mão de obra de outros estados é saída para grandes companhias

Dados da Associação Brasileira de Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom) mostram que, apenas em São Paulo, a projeção para abertura de vagas na área de TI em 2014 é de 50 mil, enquanto o número de formados é de 15 mil. Em contrapartida, temos, na Bahia, cerca de 1.300 graduados contra projeção de 800 vagas. Neste cenário, a saída para profissionais encontrarem vagas ou até mesmo para empresas encontrarem mão de obra qualificada pode estar na mudança de estado.

No caso da francesa global Atos, de serviços de tecnologia, que atuava no Brasil até 2012 com escritórios em São Paulo e no Rio de Janeiro, a inauguração de um novo centro de operações na cidade de Londrina, no Paraná, foi uma estratégia também para absorver novos talentos. “Avaliamos muitos pontos na escolha da nova cidade-sede da Atos no Brasil e, sem dúvidas, o número de graduandos nos cursos de TI foi um fator de peso na escolha”, conta Felipe Trevisi, Diretor de Operações da Atos.

Há cerca de dois anos em Londrina, a empresa, que atende por meio desta unidade toda a América Latina, amplia sua equipe constantemente. Atualmente, está com 46 posições abertas em cargos de especialista em tecnologia nas áreas de Telecomunicações, Segurança, SAP, Servidores, Banco de Dados, Telefonia, Redes, Suporte e Monitoring. Desta vez, a campanha de RH foi direcionada para recrutar pessoas de todo o País.

No Paraná, a projeção de 2010 era de 2 mil vagas em TI, sendo que o número de profissionais se formando chegava a 1.900. Para 2014, a Brasscom projeta 2 mil formados para 5 mil vagas, ou seja, o estado enfrenta uma crescente na demanda. Segundo a associação, 78 mil vagas devem ser abertas no País este ano, mas boa parte não deverá ser preenchida já que a projeção é de que faltem 45 mil profissionais em 2014.

Para enfrentar os desafios, a Atos tem investido em treinamentos de profissionais de TI e em campanhas de recrutamento. “Estamos felizes com o resultado da nossa última campanha de RH, porque recebemos currículos de profissionais de todo o Brasil para trabalhar em Londrina. Nossa visão é que estas pessoas buscam por qualidade de vida e novos desafios”, conta Felipe. Sergio Sgobbi, Diretor de Recursos Humanos da Brasscom, afirma que a Brasscom está totalmente de acordo com inciativas como a da Atos, que ajudam a desenvolver o mercado de TI.

O Centro de Operações da empresa em Londrina atende toda a América Latina e obteve investimentos da ordem de R$ 26 milhões, aplicados na instalação da nova sede, infraestrutura, treinamento e desenvolvimento de pessoas. Apenas em 2013, a empresa investiu 105 mil horas de treinamento.

Serviço: Campanha Atos Cidadão do Mundo – Centro de Operações Londrina

Quantidade de vagas: 46

Cargos e Pré-requisitos: Profissionais Sênior em TI ou Especialistas de TI com experiência nas áreas de Telecomunicações, Segurança, SAP, Servidores, Banco de Dados, Telefonia, Redes, Suporte e Monitoring e que tenham disponibilidade total de mudança de cidade.
Perfil profissional: gosto por desafios e tecnologia, interesse em autodesenvolvimento profissional e proatividade.
Canal para inscrição: br.atos.net/cidadaodomundo ou pelo email – selecao.rh@atos.net (Informar no título: Candidato Campanha Cidadão do Mundo)

Comments are closed