Adobe e IDG Connect se unem para divulgar estudo sobre o cenário do marketing digital no Brasil

Adobe e IDG Connect se unem para divulgar estudo sobre o cenário do marketing digital no Brasil

A Adobe, junto com a IDG Connect, traçaram um retrato do marketing digital brasileiro baseado nos depoimentos de alguns profissionais que atuam na área. Esses profissionais estão divididos entre empresas especializadas em mídia de entretenimento ou comunicação, varejo e atacado e, por fim, empresas de serviços financeiros, bancários ou contábeis. Todas acima de 250 funcionários.

Entre dezembro de 2013 e início de 2014, cem dos principais profissionais de marketing digital do Brasil foram consultados para saber como suas organizações estão capitalizando a partir do surgimento da análise, que é considerada um fator essencial para a excelência operacional de dados.

É notável o rápido avanço do marketing digital no Brasil. Com isso, são implantados, cada vez mais, os orçamentos e adesões entre as empresas. O principal objetivo da pesquisa foi delinear todos os recursos que os profissionais de marketing aplicam em suas companhias e descobrir se as mesmas estão usufruindo ao máximo as ferramentas, orçamentos e equipes necessárias para gerar e explorar dados.

A pesquisa mostra que as empresas de mídia priorizam testes e otimização. A automação do marketing é o principal ponto para o investimento a curto prazo. Segundo o estudo, as soluções digitais cotadas para investimento das organizações são: Otimização de taxas de conversação e mídias multicanais; Testes A/B; Automação de marketing; Dispositivos móveis; Gerenciamento de recursos e conteúdo web; Integração de dados on e offline e segmentação de conteúdos.

De acordo com a pesquisa, uma barreira que precisa ser superada por muitas organizações é a identificação de uma solução para dar apoio às instalações multiplataformas. Outro ponto destacado é a necessidade de melhorar a conexão direta entre os gastos de marketing digital e mostrar como aperfeiçoar as conversões e o valor para o cliente a longo prazo.

Até o final de 2014, o aumento esperados no orçamento é de: 18% para empresas de mídia, 14% nas de varejo e 20% às de serviços financeiros.

Para conferir a pesquisa na íntegra, acesse: http://adobe.ly/1nSLkhw

Comments are closed