O poder das mulheres nas vendas

Por Carlos Cruz

Já foi o tempo em que as mulheres eram consideradas sexo frágil, que viviam à sombra do marido. Cada vez mais, elas assumem posições de responsabilidade e ganham destaque em todos os setores do mercado. Quando se fala em vendas, habilidade até pouco tempo explorada principalmente pelos homens, elas também demonstram ter capacidade de atuar gerando bons resultados, pois possuem características importantes, como saber como encantar o cliente, conduzir uma negociação com calma e ser flexíveis na administração dos conflitos. Obviamente, nem todas se enquadram nesse perfil, mas sugiro que aproveitem este Dia Internacional para pensar em três profissionais que admiram e buscar uma inspiração.

O bom vendedor é conhecido por ser aquele profissional que, por meio de técnicas durante o processo de vendas, obtém bons resultados e está sempre atento ao mercado e às tendências do setor. É exatamente neste ponto que as mulheres se destacam, ao enxergarem as vendas como uma opção na carreira, pois apostam na sensibilidade, atenção, disciplina e determinação. Talvez elas consigam aplicar na profissão qualidades que possuem ao conduzir uma família e administrar brigas entre filhos, por exemplo.

Um dos diferenciais mais conhecidos é o chamado instinto feminino. A mulher, quando direciona sua atenção para os clientes, pode visualizar oportunidades com mais facilidade, pois sempre está atenta aos detalhes e consegue escutar o comprador, entender suas necessidades e proporcionar um atendimento personalizado. Hoje, o mercado está mais exigente e o vendedor precisa oferecer benefícios que, de alguma forma, se conectam aos interesses dos clientes. As mulheres sabem muito bem como conseguir isso e criar oportunidades de vendas, seja por meio do modo de falar, do tratamento oferecido ou da forma de prestar realmente atenção no comprador.

Por outro lado, elas também podem atuar passivamente, deixando a decisão de compra nas mãos do cliente. Quando a mulher entende que vender está relacionado à capacidade de ajudá-lo a satisfazer uma necessidade, são desenvolvidas estratégias que fazem com que os resultados apareçam naturalmente. Neste caso, o desafio está na atuação da vendedora ao deixar que as negociações sejam conduzidas pelo o outro lado.

A determinação – fator essencial para todo profissional de vendas – também é um ponto favorável à personalidade feminina. Quando focam em uma meta, dificilmente desistem na primeira tentativa e correm atrás até esgotarem todas as possibilidades, mas sem agressividade ou impaciência. Por conta desses fatores, as negociações conduzidas pelas mulheres, geralmente, são feitas de forma sutil, para que o comprador se sinta à vontade e não veja a negociação como uma imposição. Além disso, a organização é um dos grandes diferenciais. A mulher, acostumada a fazer inúmeras coisas ao mesmo tempo, sabe como administrar o tempo, consegue se organizar e planejar cada passo a ser dado.

Carlos Cruz é vendedor profissional, treinador de vendas e diretor do Instituto Brasileiro de Vendas (IBVendas), atua com foco na formação profissional de vendedores e gestores de vendas. www.ibvendas.com.br

Marcado .Adicionar aos favoritos o permalink.

Os comentários estão encerrados.