Turismo: Abav abre em clima de otimismo

O ministério do Turismo (MTur) esteve presente na abertura 41ª Feira de Turismo das Américas, a Abav (Associação Brasileira das Agências de Viagem), no Centro de Exposições do Parque Anhembi, em São Paulo. A cerimônia de abertura foi mediada por Rosana Jatobá e teve apresentação típica do estado do Amazonas, dos bois Caprichoso e Garantido, manifestação encenada na cidade de Parintins há mais de 100 anos.

Questionado pela jornalista sobre os impactos da alta do dólar e da inflação, o ministro do Turismo, Gastão Vieira, afirmou que o setor pode ajudar o país a navegar pela turbulência do mercado. De acordo com Pesquisa Anual de Conjuntura Econômica do Turismo, encomendada pelo MTur, o clima é de otimismo entre as 80 maiores empresas do segmento.
O faturamento dessas empresas cresceu 13,1%, contra 0,9% do PIB do país. A previsão dos empresários é um aumento de mais 7,5% este ano. “Estamos hoje aqui para celebrar o otimismo do turismo brasileiro como um instrumento fundamental para o Brasil fazer frente à crise econômica”.

O ministro pediu engajamento do setor à campanha de São Paulo para a Expo 2020, algo que pode coroar uma década histórica de crescimento. Dois eventos que seguem, a Copa e as Olimpíadas, vão colocar o Brasil em evidência no cenário internacional e aumentar a demanda de turistas no país.

De acordo com o secretário nacional de Políticas de Turismo, Vinicius Lummertz, o país tem como meta se tornar a terceira maior economia de turismo no mundo. “Temos todas as condições de atingi-la. Atualmente o turismo representa 3,7% do PIB do Brasil. Em nível mundial a participação gira em torno de 9%. Essa diferença é uma grande oportunidade para nós”, disse.

Ministério do Turismo na Abav

O MTur investiu R$ 5,5 milhões em 10 mil metros quadrados para promover programas oficiais do governo e, em parceria com a secretarias e órgãos de turismo, divulgar destinos de 25 estados brasileiros.

Ainda hoje o ministro do Turismo, Gastão Vieira, lança o programa Viaja Mais Melhor Idade, um projeto destinado a movimentar o mercado interno brasileiro com descontos e vantagens exclusivas para idosos, às 17h. “O programa vai movimentar o mercado interno de viagens, principalmente na baixa temporada, por meio de descontos e vantagens exclusivas”, explicou o ministro Gastão Vieira.

O ministro também assina um acordo da Associação Brasileira de Agência de Viagens, a Abav, um termo de cooperação com a Secretaria de Turismo de Portugal. O objetivo é qualificar 50 estudantes brasileiros em turismo e hotelaria em um projeto-piloto inédito do MTur que deve ser estendido também a outros países.

“O Ministério do Turismo montou uma programação ampla e diversificada, porque entende a importância de estar presente e apoiar um evento que reúne os principais atores do setor”, afirmou o secretário Nacional de Políticas de Turismo, Vinicius Lummertz.

Ainda na quarta-feira (04) às 13h, o diretor de Estudos e Pesquisas do MTur, José Francisco Lopes, falou sobre o tema Turismo em Números, onde serão abordadas pesquisas sobre a Copa das Confederações e da Jornada Mundial da Juventude. Às 18h, o tema em foco será acessibilidade e práticas de consumo sustentável no turismo, apresentado por Wilken Souto, coordenador geral de Segmentação do MTur.

Na quinta-feira (5) haverá uma apresentação sobre a desburocratização do setor turístico (13h), apresentada por Jair Galvão, coordenador geral de Serviços Turísticos, e uma palestra sobre o Viaja Mais Melhor Idade (16h), com o coordenador geral de Segmentação, Wilken Souto.

Na sexta-feira (6), o secretário nacional de Políticas Públicas, Vinicius Lummertz, participa de reunião com membros de Câmaras Temáticas do Conselho Nacional de Turismo (9h30), a coordenadora de comunicação digital do MTur, Tatiana Lobão, aborda a influência das mídias sociais na escolha de destinos de viagens (12h30) e Jun Yamamoto, coordenador geral de Regionalização, fala sobre as novas diretrizes do programa de regionalização do MTur (15h).

No sábado (7), o coordenador geral de Turismo Sustentável e Infância, Adelino Neto, aborda as estratégias para enfrentar a violência sexual contra crianças e adolescentes no turismo (16h).

A Abav nunca esteve tão grande. Este ano serão 2.700 expositores espalhados por mais de 50 mil metros quadrados. Pela primeira vez a feira será aberta ao público (7 e 8 de setembro). Entre os espaços da feira, destaque para a Vila de Saber, onde ocorrerão 200 palestras, seminários e cursos em 12 salas.

ASCOM / MTur

Marcado , , , .Adicionar aos favoritos o permalink.

Os comentários estão encerrados.