Intel revela novas tecnologias para data centers em nuvem

WhatsAppFacebookLinkedInTwitterGoogle+EmailCompartilhar

A Intel Corporation apresentou hoje um portfólio de produtos e tecnologias para datacenters provedores de serviços em nuvem, buscando estimular uma maior eficiência e flexibilidade em suas infraestruturas para suportar a crescente demanda por novos serviços e inovações.

O portfólio inclui a segunda geração da família de produtos Intel® Atom™ C2000 de 64 bit com designs do tipo system-on-chip (SoC) para microsservidores e cold storage (codinome “Avoton”) e para plataformas de redes do segmento de entrada (codinome “Rangeley”). Estes são os primeiros SoCs da empresa baseados na microarquitetura Silvermont, o novo design do processador 22 nm. O sistema entrega aumentos significativos no desempenho e eficiência energética, e chega ao mercado apenas nove meses após a geração anterior.

Outro lançamento é o Intel® Ethernet Switch FM5224 que, quando combinado com o pacote WindRiver Open Network Software, traz soluções de Rede Definida por Software (SDN, na sigla em inglês) para os servidores a fim de melhorar a densidade e reduzir custos.
“À medida que o mundo torna-se cada vez mais móvel, a pressão para suportar bilhões de dispositivos e usuários está alterando a própria composição dos data centers”, disse Diane Bryant, vice-presidente sênior e gerente geral do Grupo para Data center e Sistemas Conectados da Intel. “Da liderança em silício e design SoC à arquitetura rack e habilitação de softwares, a Intel está fornecendo as principais inovações que os fabricantes de equipamentos originais e de equipamentos para telecomunicações, além dos provedores de serviços em nuvem precisam para a criação dos datacenters do futuro”.

A Intel ainda demonstrou o primeiro rack baseado na Arquitetura Intel Rack Scale (RSA, na sigla em inglês) com a Tecnologia Intel® Silicon Photonics juntamente com o anúncio de um novo conector MXC e da fibra ótica ClearCurve desenvolvidos pela Corning com os requisitos da Intel. Esta demonstração destaca a velocidade com a qual a Intel e a indústria estão mudando do conceito para a funcionalidade.
“A infraestrutura para servidores, redes e armazenamento está evoluindo para melhor atender a cargas de trabalho cada vez mais diversas, criando o segmento de microsservidores, cold storage e redes de pequeno porte”, adiciona Bryant. Ao otimizar tecnologias para cargas de trabalho específicas, habilitar a flexibilidade para compor os recursos necessários e oferecer os ingredientes para infraestruturas definidas por software, a Intel ajudará os provedores de nuvens a aumentar significativamente sua utilização, reduzindo custos e fornecendo experiências atraentes e consistentes para consumidores e empresas.

SoCs Intel® Atom™ Personalizados e Otimizados para os Atuais e Novos Segmentos de Mercado
Fabricado com a tecnologia de 22nm, a nova família de produtos Intel® Atom™ C2000 oferece até 8 núcleos, com variação de 6 a 20 Watts de Thermal Design Power (TDP), Ethernet integrada e suporte para até 64 gigabytes (GB) de memória, oito vezes mais do que na geração anterior. O processador de 22nm entrega performance superior por watt.
As novas configurações Intel® Atom™ para redes de entrada atendem de maneira mais eficiente às necessidades de segurança e roteamento do tráfego da Internet. Os produtos contam com um conjunto de aceleradores de hardware chamado Tecnologia Intel® Quick Assist, que melhora o desempenho de criptografia. Eles são perfeitos para aplicações de roteamento e segurança.

Ao consolidar três cargas de trabalho de comunicações – aplicação, controle e processamento de pacote – em uma plataforma única, os provedores agora possuem maior flexibilidade. Eles foram feitos para atender as alterações nas demandas de rede ao mesmo tempo em que adicionam desempenho, reduzem custos e melhoram o tempo para o lançamento no mercado.

Treze modelos com recursos personalizados e aceleradores estarão disponíveis para aplicação em cargas de trabalho leves, tais como entrada de hospedagem dedicada, cache de memória distribuída, serviço da Web estática e entrega de conteúdo. Isso garantirá à Intel maior eficiência na expansão para novos mercados, tais como cold storage e redes do segmento de entrada.
A Ericsson*, provedora líder mundial de tecnologia e serviços de comunicações, anunciou oficialmente a família SoC Intel® Atom™ C2000 para seus switches baseados em blade como parte do Ericsson Cloud System. Com isto, seus provedores de serviços serão habilitados a adicionar capacidades de nuvem nas redes existentes.

A OVH e 1&1, empresas líderes globais em serviços de hospedagem web, também testaram os SoCs Intel® Atom™ C2000 e planejam implementá-los em seus serviços de hospedagem dedicados ao segmento de entrada no próximo trimestre.

Switch Otimizado para Microsservidores em Redes Definidas por Software

Os switches baseados no novo silício Intel Ethernet Switch FM5224 podem conectar até 64 microsservidores, fornecendo densidade de nó 30% maior. Eles foram baseados no design referência da Intel Open Network Platform, anunciado este ano.
A solução switch melhora a inovação do sistema e complementa o controlador Intel Ethernet integrado ao processador Intel® Atom™ C2000. A combinação do silício Intel Ethernet Switch FM5224 e do pacote de Software WindRiver Open Network irá habilitar as primeiras soluções 2.5GbE de alta densidade, baixa latência e Ethernet switch por SDN da indústria, especificamente desenvolvidas para microsservidores. Juntas, elas podem ser usadas para criar soluções SDN para o datacenter.

Primeira Demonstração do Rack com Silicon Photonics

A Intel também demonstrou o primeiro rack baseado na RSA operacional, equipado com os recém-anunciados processadores Intel® Atom™ C2000, Intel® Xeon®, além de um switch habilitado para Intel SDN top-of-rack e a Tecnologia Intel Silicon Photonics. Como parte da demonstração, a Intel revelou o novo conector MXC e a tecnologia de fibra ClearCurve desenvolvida pela Corning com os requisitos da Intel. As conexões de fibra foram especificamente projetadas para trabalhar com os componentes Intel Silicon Photonics.

Para destacar a crescente gama de implementações Intel RSA, a Microsoft e a Intel anunciaram uma colaboração para inovar a próxima geração de designs rack RSA. O objetivo é trazer melhor utilização, maiores economias e flexibilidade para os datacenters da Microsoft.
A máxima eficiência do datacenter requer inovação no silício, no sistema e no rack. O design RSA da Intel ajuda os parceiros da indústria a reprojetarem os datacenters para a modularidade dos componentes (armazenamento, CPU, memória e rede) no rack. Ele está habilitado para fornecer ou integrar logicamente recursos com base nos requisitos específicos da carga de trabalho da aplicação. A Intel RSA também permitirá a substituição e a configuração mais fácil dos componentes para a implantação de recursos de computação em nuvem, armazenamento e redes.

A colaboração destaca a tremenda necessidade por largura de banda de alta velocidade dentro dos datacenters. Ao enviar os fótons por meio de uma fina fibra ótica ao invés de sinais elétricos por um cabo de cobre, as novas tecnologias são capazes de transferir quantidades massivas de dados com velocidades sem precedentes por longas distâncias. As transferências podem chegar a 1.6 terabits por segundo em distâncias de até 300 metros – por todo o datacenter.

Marcado .Adicionar aos favoritos o permalink.

Os comentários estão encerrados.

  • Invista no valoragregado.com

    Invista no valoragregado.com