Aumenta o número de Mulheres empreendedoras no Brasil

Segundo a OIT (Organização Internacional do Trabalho), as mulheres trabalham cerca de 5 horas a mais por semana que os homens. A “dupla jornada” feminina é cada vez mais frequente no mercado de trabalho e para conseguir dar conta de todos os seus compromissos, as mulheres estão abandonando o mundo coorporativo e abrindo suas próprias empresas. Elas escolhem o empreendedorismo por paixão e pela flexibilidade de horários permitida quando se é dona de seu próprio tempo.

Segundo a Rede Mulher Empreendedora, uma plataforma digital que possui uma base de mais de 15 mil mulheres cadastradas, dirigida por Ana Fontes , a opção das mulheres por se dedicar aos seus próprios negócios é cada vez mais comum: 69% das mulheres estão acima de 31 anos , 84% tem nível superior ou pós graduação , 62% estão no ramo de serviços , 64% tem negócio de 1 a 3 anos , 74% de 1 a 5 empregados provando que são micro empreendedoras numa fase muito produtiva da vida, que há alguns anos atrás estariam investindo em MBA’s ou mesmo em cursos de aperfeiçoamento. Isso não quer dizer que não existam mulheres que buscam por isso, mas essa pesquisa mostra que a preferência pelo negócio próprio vem crescendo entre elas.

Ana Lúcia Fontes é graduada em propaganda e pós-graduada em marketing pela ESPM e Relações Internacionais pela USP. Participante do PDE da Fundação Dom Cabral. Atua na área de marketing há mais de 20 anos . Palestrante e Consultora de marketing, foi uma das participantes do programa 10.000 Mulheres da FGV /Goldman Sachs. Professora de empreendedorismo e mentora de competições de negócios. Atualmente empreendedora do , Rede Mulher Empreendedora e da Virada Empreendedora.

Marcado , , .Adicionar aos favoritos o permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.