Estados Unidos querem ampliar intercâmbio com o Paraná

Edson Campagnolo e Dennis Hankins, durante encontro na Fiep (Foto: Mauro Frasson)

O cônsul-geral dos Estados Unidos em São Paulo, Dennis Hankins, visitou nesta quinta-feira (24) a Federação das Indústrias do Paraná (Fiep). Ele se reuniu com o presidente da entidade, Edson Campagnolo, com o objetivo de conhecer melhor o potencial econômico do Estado e prospectar oportunidades de negócios e parcerias entre empresas paranaenses e norte-americanas.
Para Campagnolo, a visita oficial do cônsul é um reconhecimento da importância do Paraná no cenário econômico brasileiro e uma oportunidade para estreitar as relações da indústria paranaense com os EUA. “O Paraná tem muitas empresas que já mantêm relações comerciais intensas com os Estados Unidos, mas podemos avançar ainda mais”, disse o presidente da Fiep.
Com a abertura do diálogo, Campagnolo espera que o Paraná tenha relações mais próximas com o consulado. “Colocamos toda a estrutura do Sistema Fiep para que tanto os investidores americanos tenham aqui uma porta de entrada para realizar negócios no Paraná quanto as indústrias paranaenses também identifiquem oportunidades nos Estados Unidos”, afirmou. Campagnolo reforçou que, através de seu Centro Internacional de Negócios (CIN), a Fiep já auxilia empresas que buscam maior intercâmbio com os EUA.

Segundo Dennis Hankins, a visita ao Paraná – a primeira desde que assumiu o Consulado Geral dos EUA em São Paulo, no ano passado – teve como um dos principais objetivos justamente prospectar oportunidades de negócios e parcerias no Estado. “Normalmente, as empresas americanas que se interessam pelo Brasil conhecem mais Rio de Janeiro e São Paulo. Estamos conhecendo melhor os outros estados para que, quando recebermos delegações empresariais americanas, possamos indicar outras possibilidades de negócios”, disse, referindo-se aos outros quatro estados que estão sob jurisdição do consulado de São Paulo: Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Mato Grosso do Sul. “O Paraná possui uma economia bastante diversificada e podemos direcionar novos investidores para cá, de acordo com as características do Estado”, acrescentou. Veja reportagem completa.

Marcado , , , , , , , , .Adicionar aos favoritos o permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.