Nova York anuncia novo recorde no turismo, com 52 milhões de visitantes em 2012

Courtesy, Battery Park Conservancy

O prefeito Michael Bloomberg e o CEO da NYC & Company, George Fertitta, anunciaram no último dia 31 que Nova York recebeu um recorde de 52 milhões de visitantes em 2012, a maior alta de todos os tempos e um aumento de 2,1% sobre 2011. Os visitantes da cidade geraram uma estimativa de US$ 55,3 bilhões em impacto econômico local, com gastos diretos atingindo US$ 36,9 bilhões. Nova York continua a ser o principal destino de viagem nos Estados Unidos, com uma participação recorde do mercado externo de 33%.

Em 2012, Nova York acolheu um número estimado de 41 milhões de visitantes domésticos e 11 milhões de visitantes internacionais. Além disso, a cidade de Nova York vendeu um recorde de 29 milhões de noites de hotel e gerou um registro de US$ 504 milhões em receitas fiscais nesse setor, e a indústria de hospitalidade nos cinco distritos agora emprega 356 mil nova-iorquinos. Na indústria do turismo, o rendimento médio anual é maior do que US$ 52 mil – cerca de US$ 7 mil a mais por ano do que um salário médio em toda a economia local.

O prefeito fez o anúncio no American Museum of Natural History, uma das mais emblemáticas instituições culturais e turísticas de Nova York, e foi acompanhado por Ellen Futter, presidente do American Museum of Natural History.

“Nova York continua a atrair pessoas de todo o mundo que querem experimentar a nossa cultura única, nossos restaurantes, parques, comércio e artes”, disse o prefeito Bloomberg. “A indústria do turismo está prosperando, criando milhares de empregos para os nova-iorquinos em todos os degraus da escada econômica. Estamos bem em nosso caminho para atingir nossa nova meta de 55 milhões de visitantes e US$ 70 bilhões em impacto econômico em 2015.”

“O turismo é a 5a maior indústria da cidade e continua a gerar um número recorde de visitantes, gastos, empregos e receitas fiscais no setor hoteleiro”, disse o vice-prefeito de Desenvolvimento Econômico de Nova York, Robert Steel. “Por meio da presença estratégica da NYC & Company em 18 mercados globais, a cidade é capaz de atrair visitantes em mercados onde o potencial de crescimento é mais forte. Vamos continuar a apoiar uma abordagem orientada e a investir em mercados que trarão o maior retorno.”
“A presença da NYC & Company em mercados internacionais em todo o mundo levou a um crescimento de 18% da cota internacional no mercado de turismo da cidade – um aumento de 28% para 33% na participação no número de visitantes estrangeiros no país”, disse o CEO da NYC & Company, George Fertitta. “Para 2013, já identificamos mercados com forte potencial futuro e estamos acelerando nossos esforços para garantir que Nova York siga como um destino top of mind para os turistas estrangeiros.”
“É gratificante saber que a cidade continua a atrair mais visitantes a cada ano, afetando todos os segmentos da nossa indústria do turismo, a partir de hotéis, restaurantes, lojistas, a Broadway, artes e cultura. Em nome de todos os 2 mil membros da NYC & Company, estamos ansiosos para trabalhar em conjunto para garantir que a cidade mantenha sua posição como destino número 1 nos Estados Unidos”, disse Emily Rafferty, presidente do American Museum of Natural History e presidente do Conselho de Administração da NYC & Company.

“Os museus e as instituições culturais de Nova York são conhecidos em todo o mundo por nossas coleções, nossa pesquisa e nossas galerias”, disse Ellen Futter. “O prefeito e a NYC & Company garantem que a nossa reputação – nacional e internacional – não só permaneça intacta, mas se estenda a novas regiões geográficas e às novas gerações”, completou.
Desde 2006, quando o prefeito criou um novo modelo de marketing municipal por meio da fusão da NYC & Company com o marketing da cidade e grandes grupos de eventos, a participação de Nova York no número de visitantes estrangeiros para os EUA aumentou de 28% para 33%. Cada ponto de market share de Nova York representa um adicional de US$ 750 milhões em gastos diretos por turistas em Nova York. A NYC & Company tem sido capaz de aumentar a cota de mercado da cidade em visitação internacional, visando mercados não-tradicionais de viagem com economias fortes e classes médias crescentes. Mercados internacionais onde a NYC & Company tem representação produziram retornos consideráveis no crescimento do turismo, especialmente em mercados emergentes, como Brasil, China, Argentina e Austrália, que têm crescido 447%, 442%, 258% e 157%, respectivamente, desde 2006.
Com o contínuo aumento de visitação, o inventário de Nova York em quartos de hotel segue em expansão – atualmente são 91,5 mil quartos ativos. Mesmo com a adição de novos quartos, a ocupação hoteleira na cidade permanece forte – 87% –, a mais alta do país.
O American Museum of Natural History, fundado em 1869, é uma das mais proeminentes instituições científicas, educacionais e culturais do mundo. O museu abrange 46 salas de exposição permanente, incluindo o Rose Center for Earth and Space e o Hayden Planetarium. É também o lar do Theodore Roosevelt Memorial, memorial oficial do Estado de Nova York para seu 33o governador e 26o presidente do país, uma homenagem e uma forma de conservação do legado de Roosevelt.

Marcado , .Adicionar aos favoritos o permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.