Empresas brasileiras quase dobram contratação e país é 3º no ranking mundial em 2012

O ritmo de contratações continuou a todo vapor no ultimo ano. De acordo com o International Business Report (IBR) 2012 da Grant Thornton International, o índice de emprego apresentou no segundo trimestre de 2012 uma elevação de 23 pontos percentuais (49%) em relação ao mesmo período do ano passado (26%), resultado bem acima da média global de 27%. Em relação ao primeiro trimestre o aumento foi de 11 pontos percentuais. O resultado colocou o Brasil na 3ª posição do ranking mundial anual. A pesquisa engloba mais de 11.500 empresas privadas em 40 países.

“O dado reflete uma redução da informalidade no País além de criação de novas empresas e expansão de outras. O governo tem fechado mais o cerco para controlar essa economia paralela”, comenta Antoniel Silva, diretor da área de Gestão e Pessoas da Grant Thornton Brasil.

O País ficou atrás apenas do Peru (64%) e Índia (57%). Ainda entre os países onde os empresários mais contrataram estão o Chile e Turquia (Ambos com 56%) e Malásia (50%). Na contramão, países como Grécia (-33%) e Espanha (-18%) infelizmente ainda não tem melhorado o panorama de emprego local.

Regionalmente, a América Latina (42%) e os países da ASEA (Associação das Nações do Sudeste Asiáticos) foram os locais onde os empresários mais contratam, de acordo com os dados do segundo trimestre do IBR, seguidos pela América do Norte (35%) e pelos países do BRIC (Brasil, China, Rússia e Índia) (30%).

Os setores que mais contratam foram o de fornecimento de eletricidade, gás e água (45%), Saúde (42%) e educação e serviços sociais (39%). Os segmentos hospitalar foi o que menos empregou no segundo trimestre de 2012 (6%), seguido pelo segmento de agricultura (20%) e serviços profissionais (19%).

Marcado , , , , , .Adicionar aos favoritos o permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.