Falta de patrocínio vira “pedra no caminho” de homenagem a Carlos Drummond de Andrade em Curitiba.

Nos 110 anos do nascimento de Carlos Drummond de Andrade, é preparada uma série de homenagens ao escritor que influenciou toda a cultura brasileira. Uma das principais peças do tributo a Drummond é a exposição Claro Enigma, nome de uma grande obra do poeta. O Museu Oscar Niemeyer, em Curitiba, deve ser o primeiro a mostrar a homenagem, prevista para ser exibida também em outras grandes cidades do Brasil e até do exterior.
Os empresários curitibanos Charles Stempniak, Mauro Lara e Consuelo Cornelsen estão encarregados de fazer com que os recursos mais modernos da tecnologia melhorem a experiência de quem visitar a exposição. Eles trabalham com realidade aumentada, que permite ao público interagir com nove cubos que vão mostrar as obras e a contribuição de Drummond para a cultura do Brasil. Com um tablet apontado para cada cubo, as pessoas vão poder ouvir a voz do poeta ao recitar e compartilhar a experiência com amigos em mídias sociais. A telepresença é outro recurso tecnológico em destaque na exposição e vai permitir que pessoas distantes, em outras cidades, possam acompanhá-la por vídeo com imagens geradas , por exemplo, pelo tablet de um dos visitantes do museu.
Mauro Lara conta que “a repercussão no meio artístico tem sido muito grande, com nomes importantes do país interessados em participar do projeto”. Charles salienta que “os recursos de interatividade vão permitir a adaptação da obra de Carlos Drummond de Andrade ao modo que o público jovem, principalmente, consome cultura”.
Mas enquanto, Brasil afora, todos aplaudem a iniciativa, em Curitiba os três empresários sofrem com a falta de apoio e patrocínio. A exposição corre o risco de não acontecer na capital do Paraná por não contar com recursos do poder público e de empresas locais. Fica o alerta, ao estilo de Drummond: a festa de “ E agora, José ?” e outras grandes obras corre o risco de acabar antes mesmo de começar se não surgirem recursos para remover essa pedra do caminho.

Marcado , , .Adicionar aos favoritos o permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.