Internauta prefere mobile e adota novos hábitos de segurança ao navegar e comprar online

WhatsAppFacebookLinkedInTwitterGoogle+EmailCompartilhar

O Dia Internacional da Internet Segura, comemorado hoje, 7 de fevereiro, traz à tona uma questão recorrente: como aproveitar as vantagens de uma vida conectada com segurança e tranquilidade? Para entender os hábitos dos internautas, o Mercado Pago, empresa de tecnologia financeira com forte expertise em meios de pagamento, realizou uma pesquisa com 543 consumidores online. O primeiro destaque vai para o mobile.

O estudo constatou que 85% dos entrevistados utilizam o celular para acessar a internet, um crescimento de 10 pontos percentuais em relação ao mesmo estudo realizado no ano passado. A navegação durante deslocamentos, com conexão 3G ou 4G, passou de 15%, em 2016, para 46% em 2017. O levantamento apontou ainda que 58% dos respondentes, além de usarem navegadores, têm o costume de baixar aplicativos. Com uma população mais conectada, maior a necessidade de informação e adesão às práticas de segurança disponíveis.

A pesquisa mostrou que alguns cuidados já viraram hábito. Por exemplo: 76% dos entrevistados afirmam que usam antivírus no computador e 68% observam se o site é seguro ao acessá-lo, ou seja, se apresenta a sequência “https://” antes da url da página. Medidas mais recentes, como o uso de tokens, também vêm ganhando cada vez mais adeptos. O estudo revelou que a utilização desses dispositivos de autenticação subiu de 30%, no ano passado, para 44% em 2017. Um aliado a mais para o usuário da rede.

Na hora de comprar online, o levantamento identificou ainda que a maior parte dos consumidores já adota pelo menos três medidas básicas de proteção online: buscar lojas conhecidas (77%), usar um meio de pagamento de confiança, como o do Mercado Pago, (73%) e checar se o site é realmente seguro, exibindo o “https://” (62%). Além dessas práticas, outros cuidados adicionais podem ajudar o internauta a aproveitar todos os benefícios que a internet oferece com tranquilidade.

Confira algumas dicas

– Sempre que possível, faça as suas compras a partir de celulares, tablets, notebooks ou computadores próprios. Máquinas públicas, como de faculdades, bibliotecas e lan houses, ou dispositivos compartilhados podem não ter recursos de segurança essenciais, como atualizações de sistema operacional e antivírus;

– As conexões públicas e abertas também são mais frágeis. Portanto, prefira redes particulares ao comprar online;

– Mantenha o sistema operacional e os programas, principalmente navegadores, do seu computador e notebook, além dos aplicativos dos seus dispositivos móveis, sempre atualizados. Inclua nessa lista também o antivírus;

– Não esqueça de verificar os selos e certificados de segurança da loja online, na hora de comprar, e busque utilizar um meio de pagamento conhecido. Essas plataformas garantem que seus dados pessoais e bancários sejam criptografados, seguindo padrões de segurança internacionais;

– Esteja atento a emails com características de SPAM ou mensagens suspeitas via app e redes sociais. Não clique ou insira seus dados, caso não confie 100% no conteúdo e no destinatário;
– Crie senhas diferentes para cada serviço, esse cuidado extra dificulta o acesso aos seus dados por usuários não autorizados.

268 Total Views 1 Views Today
Marcado , , , , , , , , , , .Adicionar aos favoritos o permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • CONHEÇA O CANAL DE VÍDEOS DO VALOR AGREGADO

    CONHEÇA O CANAL DE VÍDEOS DO VALOR AGREGADO
  • Receba nossas notícias