Monetizze: Nova plataforma promete revolucionar venda de produtos digitais

WhatsAppFacebookLinkedInTwitterGoogle+EmailCompartilhar

view.aspx

“Uma plataforma inovadora de gestão e venda de infoprodutos. Com recursos exclusivos, a Monetizze foi estrategicamente pensada para que afiliados e infoprodutores sejam beneficiados desde a publicação até a fase final da venda.A Monetizze foi desenvolvida especialmente para você, que visa maximizar seus resultados.”

Assim é definida a ferramenta que está em fase Beta, porém já realizando negócios, e deve ser lançada na segunda quinzena de junho 2015. Trata-se de uma plataforma para exposição e venda de qualquer tipo de produto digital como cursos, áreas de membros, livros digitais protegidos por DRM Social (sistema que evita pirataria) e até mesmo ingressos digitais para qualquer tipo de evento e com controle completo para o organizador, que também poderá aceitar afiliados.

Criada por três empreendedores que já atuam nas áreas de tecnologia, internet e vendas afiliadas, a princípio o sistema admitiu trinta infoprodutores que estão auxiliando no desenvolvimento com sugestões e apontando melhorias.

Segundo um dos criadores, Roberto Costa, especialista em Marketing Digital, a ferramenta pretende ser bastante democrática para revolucionar o mercado de infoprodutos, possibilitando maior interação e fazendo a gestão de negócios entre infoprodutores, afiliados e consumidores desde a publicação do produto até a distribuição financeira e de uma forma mais simples possível, inclusive para pessoas que não possuem muitos conhecimentos técnicos.

Juliano Torriani Lehugeur, responsável pelo marketing, afirma que a Monetizze não fará questão de exclusividade nos produtos, portanto produtores e afiliados poderão utilizar outras opções no mercado. “Não queremos acabar com concorrentes, queremos uma plataforma melhor que as existentes no mercado, há espaço para todos. Queremos, sim, que os usuários fiquem conosco pela qualidade e praticidade do serviço”, afirma.

Segundo Márcio Junior, coordenador da equipe técnica, o quesito financeiro já apresentará a novidade de trabalhar com os sistemas de pagamento via PagSeguro, além do PayPal e futuramente Moip, já usados em outros serviços. Outra novidade é que as transferências de valores entre contas do PagSeguro, para pagamento dos afiliados e produtores, estará isenta de taxas, conforme acordo entre as empresas.

Entre as exclusividades oferecidas, estão encurtadores próprios de URL com tags (etiquetas) de monitoramento e relatórios e URLs diferenciadas para identificar de qual canal de divulgação partiu a venda, possibilitando aprimorar a experiência e maximizar o investimento em publicidade. Ainda, haverá a possibilidade de gerar no próprio sistema páginas de captura, agradecimento e entrega de produtos ou brindes, testes A/B, funis de vendas, upsell, integração com sistemas de e-mail marketing (autoresponders), integração com WordPress e até mesmo hospedagem de sites.

O editor da INCorporativa Empreendedor, Rogerio Lubk, foi um dos infoprodutores aprovados na fase inicial e rapidamente tornou-se um entusiasta. Ele já mantém seu livro “Tantra&Sexualidade” em uma plataforma semelhante e manterá ambas ativas. O diferencial que mais chamou a atenção até agora, segundo Rogerio, foi o fato de poder escolher como o afiliado será comissionado pela venda, se pelo primeiro clique, pelo último, ou mesmo por ambos, podendo ainda escalonar o ganho entre eles. “Isso corrige uma distorção importante, pois o afiliado faz sua divulgação, leva o provável cliente ao produtor e muitas vezes o consumidor muda de máquina onde o cookie original ficou gravado e o afiliado não recebe sua merecida comissão.”, aponta. Ainda, “o consumidor atingido pela publicidade na primeira vez pode não comprar naquele momento, decidindo-se após um segundo contato. Se ele for feito por outro afiliado, foi praticamente uma venda conjunta e nada mais justo que ambos participem”.

Entre as inovações, o novo modelo de atribuição de comissões não dependerá 100% do cookie gravado no comprador para identificar a origem da venda e destinar a comissão, mas isso ainda é tido como “segredo” pelos desenvolvedores até o lançamento da plataforma completa. O que já está planejado é a possibilidade de recuperação do carrinho de compras, sistema muito usado hoje em lojas virtuais, e também o recebimento de comissões também pelas compras futuras.

COMO FUNCIONA

Infoprodutores e afiliados podem já fazer seu cadastro em https://app.monetizze.com.br/r/AP/356 e inserir seu produto digital, ou ainda afiliar-se aos produtos existentes.

Cada afiliado terá um link exclusivo de divulgação daquele produto e será comissionado por toda venda identificada à partir daquele link e conforme a porcentagem definida pelo produtor.

Para Rogerio Lubk, quem entra antes acaba levando vantagem porque estará participando praticamente do começo em uma iniciativa que promete revolucionar o mercado de produtos digitais.

9255 Total Views 94 Views Today
Marcado , , , , , , , .Adicionar aos favoritos o permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • CONHEÇA O CANAL DE VÍDEOS DO VALOR AGREGADO

    CONHEÇA O CANAL DE VÍDEOS DO VALOR AGREGADO
  • Receba nossas notícias